O Semanário de Trás-os-Montes e por excelência da Região Demarcada do Douro
Notícias do Douro Notícias do Douro
Notícias do Douro
[ Inquéritos ][ Fórum ][ Farmácias ][ Futebol ][ Agenda ][ Tempo ][ Pesquisa ][ Assinaturas ][ Publicidade ][ Ficha Técnica ]Subscrever RSS RSS
Edição de 28-11-2014
Pesquisa
Livro
Alto Douro Vinhateiro Alto Douro Vinhateiro Versão Inglesa
 

Arquivo: Edição de 22-06-2012

SECÇÃO: Mensagens

78º Aniversário do “NOTÍCIAS DO DOURO”

Se eu escrever: o “Notícias do Douro” é “meu e muito meu”, é porque tenho razões para o afirmar: - 1º, começou a existir dois anos antes de mim; 2º, quando completou vinte anos, tinha eu dezoito. Frequentava eu o ensino secundário – Humanidades – estudando as disciplinas nucleares para prosseguir, via universitária: português, com os melhores autores clássicos; latim; grego para uma melhor perfeição da língua pátria e, “a later“, nas férias, cheirei um pouquinho de árabe; estava a começar filosofia, a desbravar a História Universal, a entrar na história de arte; música (canto) já tinha meia dúzia de anos e algo de Humanidades (geral) como religião, moral e civilização (onde explorei, porque me caía bem, a “delicadeza e o respeito social”.

foto
1. Em plenas “férias grandes”, tive a ideia de ler “Sem Método”, que era o 1º livro do Dr. João de Araújo Correia, uma compilação dos artigos que havia escrito no “N.D.” e em outras gazetas que o precederam. Gostei! Era um estilo simples, lógico, frases curtas, o que me levou a repetir a leitura de alguns capítulos. De vez em quando, folheava-o, pensava, meditava e, aos poucos, nasceu a ideia de me lançar em escrever para p “N.D.”. E se muito e bem pensei, peguei numa folha de papel e num lápis. Aproximavam-se as Festas a Nossa Senhora do Socorro e, como em toda a parte da Régua, se respirava, forte, o cheiro, o perfume, a esta Senhora, resolvi escrever o 1º artigo dedicado à nossa Padroeira. Lembro-me que o Sr. Fernando Guedes (que ainda hoje lá colabora) e o Sr. Gaspar (natural de Fontelas), me pediram para eu lá ir (à Rua da Ferreirinha) a fim de o “rever”. Quando lá cheguei, entregaram-me um exemplar e, para grande “espanto” meu, vi o meu artigo na capa ou 1ª página, em carateres maiúsculos, queimado pela foto colorida dedicada e imponente da Virgem Mãe, com o que fiquei estupefacto, e o caso não era para menos! Era o meu 1º artigo, com aquele destaque, não era para menos! Ainda percorri o jornal de lés-a-lés… Por fim, perguntei: “é assim que o jornal vai sair?!” – “Exatamente!”
Vim para casa, pensativo, nada eufórico… Em que pensava eu? E agora?!... Quais vão ser as minhas responsabilidades perante os leitores reguenses e o jornal?!... Vinha eu a pensar assim quando encontrei a Sra. D. Branca Martinho, que havia sido chefe da Catequese, e disse-me, sorridente e francamente: “ó José, muitos parabéns pelo artigo que ofereceste a N.ª Sra. Do Socorro! Está muito bem escrito, mostras bastante cultura, para a tua idade e mostras muito amor e devoção a N.ª Sra.”! Agradeci… mas senti ainda maiores responsabilidades, porque, sabendo-o ela, saberia seu marido, o Sr. Artur Martinho, a minha catequista, sua cunhada Sra. D. Albertina, que virá com ela, a capelão, Sr. Pe. Faria, um santo… e, enfim, toda a Régua… Quando vinha de férias, ia entregando, com medo, um artigo… Começaram a aparecer… Quando entrei na vida pública, nunca deixei de o fazer, tanto do Algarve, de Lisboa, do Porto, continuando com mais frequência, desde de que voltei à minha terra natal há cerca de 10 anos.
2. Um dia, recebi o comité para colaborar num novo jornal que aparecia na Régua: “O Arrais”! Como armo tudo o que de bom e grande se vai fazendo na terra onde nasci, comecei a colaborar lentamente. Com o tempo, reparto-me pelos dois, apesar dos vinte e cinco anos da “Alzheimer” da minha esposa! Sinto-me estimado nos dois; - mas, valha a verdade, sem ninguém se melindrar: - “Não Há AMOR COMO O 1º, tentando estimar os dois como irmãos, Comigo!
O “NOTÍCIAS DO DOURO” MERECE UM ABRAÇO DE 78 ANOS!!!
Quando fez as bodas de diamante, sugeri uma confraternização, à moda do Porto. A “N.D.”, respondeu que sim, mas, lá se foi… E se, nos seus 78 anos, fôssemos a uma “churrascada mais económica”!...
Se tudo estiver nos “truques”! Entendamo-nos, OK?!...

Por J. Silva Pinto, Dr.

A História do Jornal
Colaboradores
Douro / Rio
Concelhos
Oportunidades
Roteiro
Transmontanos / Durienses +
Adegas +
Informações Úteis
[Utilidades]
[Outras Notícias]
O Meu Jornal
Última Hora
Notícia Importante
(C) 2005 Notícias do Douro - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
Design: Notícias do Douro. Email do Jornal: noticias.do.douro@iol.pt