O Semanário de Trás-os-Montes e por excelência da Região Demarcada do Douro
Notícias do Douro Notícias do Douro
Notícias do Douro
[ Colaboradores ][ A História do Jornal ][ Pesquisa ][ Assinaturas ][ Publicidade ][ Ficha Técnica ]
Edição de 04-08-2017
Pesquisa
Livro
Alto Douro Vinhateiro Alto Douro Vinhateiro Versão Inglesa
 

Arquivo: Edição de 01-08-2008

SECÇÃO: Autarquias

Abastecimento de Água ao concelho de Chaves

O Sistema Multimunicipal de Abastecimento de Água e de Saneamento de Trás-os-Montes e Alto Douro. Abastecimento de Água ao concelho de Chaves, Subsistema do Alto Rabagão
O subsistema do Alto Rabagão abastece os concelhos de Montalegre e Boticas e parte dos concelhos Ribeira de Pena e Chaves.
No concelho de Chaves serve parcial ou totalmente as freguesias de Santa Maria Maior, Outeiro Seco, Vidago, Faiões, Vila Verde da Raia, Loivos, Santo Estevão, Vilar de Nantes, São Pedro de Agostém, Santo António de Monforte, Oura, Curalha, Vilarelho da Raia, Arcossó, Vilela Seca, Bustelo, Vilela do Tâmega, Lama de Arcos, Vale de Anta, Soutelo, Samaiões, Anelhe, Calvão, Ervedo, Redondo, Soutelinho da Raia, Sanjurge, Seara Velha, Selhariz, Vilarinho das Paranheiras, Vilas Boas, Bobadela, Eiras e Águas Frias.
Abrange, neste concelho, um total de 50 482 habitantes residentes no ano 30 (cerca de 82% da população residente neste concelho).
Trata-se de um subsistema a construir, com origem de água na albufeira da barragem do Alto Rabagão, prevendo-se que, no final da concessão, venha a servir uma população total de 104 461 habitantes (população residente e flutuante).
O subsistema é constituído pelas seguintes infra-estruturas principais, a construir:
- Captação na albufeira do Alto Rabagão para um caudal de 230 ls-1;
- Estação de Tratamento de Água com uma produção diária de 19 008 m3/dia;
- Cerca de 123 km de condutas adutoras e elevatórias com diâmetros entre DN60mm e DN560mm;
- Quatro Estações elevatórias;
- Cinco reservatórios com volumes entre 100m3 e 3 200m3;
- Dezanove ligações a reservatórios existentes.

Subsistema do Arcossó
Descrição Geral
O subsistema do Arcossó serve parte dos concelhos de Chaves e Valpaços.
No concelho de Chaves serve parcial ou totalmente as freguesias de Águas Frias, Bobadela, Cela, Cimo de Vila Castanheira, Eiras, Mairos, Moreiras, Nogueira da Montanha, Oucidres, Paradela, Póvoa de Agrações, Roriz, Sanfins, Santa Leocádia, São Julião de Montenegro, São Pedro de Agostém, São Vicente, Travancas e Tronco.
Abrange, neste concelho, um total de 8 907 habitantes residentes no ano 30 (cerca de 15% da população residente neste concelho).
Trata-se de um subsistema a construir, com origem de água na albufeira da barragem do Arcossó, já existente, prevendo-se que, no final da concessão, venha a servir uma população total de 21 079 habitantes (população residente e flutuante).
O subsistema é constituído pelas seguintes infra-estruturas principais, a construir:
- Captação na albufeira da barragem do Arcossó;
- Estação de Tratamento de Água;
- Cerca de 20 km de condutas adutoras e elevatórias, com diâmetros entre 100 e 250mm;
- 2 Estações Elevatórias;
- 1 Reservatório com capacidade de 2 000m3.
Investimentos Realizados
Estão já executadas ou em fase de recepção as seguintes empreitadas:
· “Empreitada de Execução das Captações e Estações de Tratamento de Água do Rabaçal (SAA-AT-04) e do Arcossó (SAA-AT-03)”, consignada em 15/09/2004, contratada ao consórcio “Anteros Empreitadas – Sociedade de Construção e Obras Públicas, S.A. / Sitel – Sociedade Instaladora de Tubagens e Equipamentos, Lda. / Baltazar & Filhos, Lda. / Manuel Joaquim Caldeira, Lda.” pelo valor global de €3.607 335,15.

· “Empreitada de Execução das Adutoras, Reservatórios e Estações Elevatórias dos Subsistemas de Abastecimento de Água do Rabaçal (SAA-AT-04) e do Arcossó (SAA-AT-03)”, consignada em 22/01/2005, contratada ao agrupamento complementar de empresas denominado “Somague/Engigás/Neopul, Construtores, ACE” pelo valor global de €8.314.674,72.

· “Empreitada de Execução da Captação e Estação de Tratamento de Água do Alto Rabagão (SAA-AT-01) ”, consignada em 03/02/2005, contratada ao consórcio “Monte & Monte, S.A. / Degrémont, S.A.”, pelo valor global de €8.154.274,53.

· “Empreitada de Execução de Condutas Adutoras, Reservatórios, Estações Elevatórias e Ligações a Reservatórios Existentes do Subsistema de Abastecimento de Água do Alto Rabagão (SAA-AT-01) ”, consignada em 06/04/2005, contratada à “Sociedade de Empreiteiros Adriano, S.A.” pelo valor global de €14.548.525,23 e prazo de execução de 450 dias.

O Sistema Multimunicipal de Abastecimento de Água e de Saneamento de Trás-os-Montes e Alto Douro.

Saneamento de Águas Residuais do concelho de Chaves

I. Subsistema de Chaves
Este subsistema servirá a população de Chaves (freguesias de Santa Maria Maior e Madalena), Santa Cruz (freguesia de Santa Cruz-Trindade), Outeiro Seco, freguesia do mesmo nome, Seixal, Vilar de Nantes, Lombo, Cascalho e Nantes da freguesia de Vilar de Nantes, Vila Nova de Veiga, Pereira de Veiga, Paradela de Veiga e Sesmil da freguesia de São Pedro de Agostém, Abobeleira, Vale de Anta, Várzea, Vargem, Cando e Granjinha da freguesia de Vale de Anta, Soutelo e Noval da freguesia de Soutelo, Outeiro Jusão, Campinas, Samaiões e Izei da freguesia de Samaiões, Sanjurge e Seara da freguesia de Sanjurge, Eiras, S. Lourenço e Castelo, freguesia de Eiras e Bustelo da freguesia do mesmo nome.
Prevê-se que no final da concessão este subsistema venha a servir uma população de cerca de 56 214 habitantes (população residente e flutuante).

O subsistema é constituído pelas seguintes infra-estruturas principais, a construir:
- Execução da ETAR de Chaves com capacidade para servir uma população de 57748 habitantes equivalentes e um caudal médio diário de 8069 m3/Dia
- Reabilitação de 4600m de emissários
- Execução de 10750.m de emissários
- Execução de 8 estações elevatórias e de 2900 m de condutas elevatórias.

II. Subsistema de Vidago
O subsistema de saneamento de Vidago servirá as povoações de Vidago, da freguesia do mesmo nome, Vila Verde e Oura da freguesia de Oura e Arcossó da freguesia do mesmo nome.
Prevê-se que no final da concessão este subsistema venha a servir uma população de cerca de 6 378 habitantes (população residente e flutuante).
O subsistema é constituído pelas seguintes infra-estruturas principais, a construir:
- Estação de Tratamento de Águas Residuais;
- Cerca de 8 000m de emissários com diâmetros entre 200 e 350mm;
III. Subsistema de Loivos
O subsistema de saneamento de Loivos servirá a povoação de Loivos da freguesia do mesmo nome.
Prevê-se que no final da concessão este subsistema venha a servir uma população de cerca de 1 266 habitantes (população residente e flutuante).

O subsistema é constituído pelas seguintes infra-estruturas principais, a construir:
- Estação de Tratamento de Águas Residuais;
- Cerca de 900m de emissários e condutas elevatórias, com diâmetros entre 110 e 200mm;
IV. Subsistema de Vila Verde da Raia
O subsistema de Vila Verde da Raia servirá a povoação com o mesmo nome, prevendo-se que venha a servir no final da concessão cerca de 2 317 habitantes (população residente e flutuante).
O subsistema é constituído pelas seguintes infra-estruturas principais, a construir:
- Estação de Tratamento de Águas Residuais;
- Cerca de 1 172m de emissários e condutas elevatórias, com diâmetros entre 110 e 200mm;
- 1 Estação Elevatória.

V. Subsistema de Santo Estêvão - Faiões
Este subsistema, já existente, servirá as populações de Faiões da freguesia do mesmo nome e Santo Estevão, pertencente também à freguesia com o mesmo nome.
Prevê-se que no final da concessão venha a servir cerca de 3 569 habitantes (população residente e flutuante).
O subsistema é constituído pelas seguintes infra-estruturas principais, a integrar/reabilitar;
- Estação de Tratamento de Águas Residuais;
- Cerca de 3 000m de emissários com diâmetros entre 200 e 315mm;
Investimentos Realizados/Realizar
Estão já executadas as seguintes empreitadas:

“Empreitada de Execução da ETAR de Vidago (SAR-AT-03)”, consignada em 10/03/2004, contratada ao consórcio “Cabral & Filhos, S.A. / Hidrocontrato – Contratação e Coordenação de Empreendimentos de Engenharia, Lda.” pelo valor global de € 888.202,40.

“Empreitada de Execução dos Emissários de Vidago (SAR–AT-03)”, executada pela empresa NORLABOR, Sociedade de Prestação de Serviços, S.A., pelo valor global final de €388 201,38.

Encontram-se em fase de execução os “Subsistemas de Loivos e Vila Verde da Raia”, estando previsto um investimento total de €1 600 000,00.
É agora consignada a “EMPREITADA de Execução da ETAR de Chaves e Emissários” pelo valor global 9.495.166,13€ e prazo de 765 dias

[Utilidades]
[Outras Notícias]
O Meu Jornal
(C) 2005 Notícias do Douro - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
Design: Notícias do Douro. Email do Jornal: noticias.do.douro@netc.pt